UPE realiza solenidade de entrega de títulos de Doutor Honoris Causa

Em sessão solene nesta quinta-feira (21), a Universidade de Pernambuco concedeu os títulos de Doutor Honoris Causa as professoras Elizabeth de Souza Amorim, Maria Bernadete de Cerqueira Antunes, professor Paulo Fernando Barreto Campelo de Melo e Manuel Correia de Andrade (in memoriam).

A cerimônia ocorreu no Auditório Jaime Scherb, na Faculdade de Ciências Médicas (FCM/UPE). Além dos homenageados, o evento contou com a presença de familiares, da comunidade acadêmica e dos integrantes da mesa. Manoel Correia, neto do professor Manuel Correia, esteve presente para falar um pouco do legado do professor. Emocionado, contou sobre histórias da família e de como o trabalho do seu avô influenciou a todos. A homenagem veio em um momento especial, já que este é o ano do seu centenário. 

Na vez da professora Elizabeth de Souza expressar toda alegria com o título, ela não poupou elogio aos seus colegas de profissão. “Nem em meus sonhos mais ousados imaginei que algum dia receberia uma homenagem dessa significância da minha UPE, mas eu não estava sozinha, tinha um universo de pessoas comigo, que me ajudaram, dividiram comigo as responsabilidades, que acreditavam nas minhas boas intenções e que, semelhantemente a mim, queriam fazer o melhor”, destacou a professora.

Em seguida, a professora Bernadete Antunes contou um pouco sobre sua carreira na medicina, de quando trilhou no “Movimento Sanitário” (MS) e quando vivenciou o fortalecimento da luta dos trabalhadores com a ocupação de entidades médicas. “A luta pela democracia é permanente e deve durar até que os direitos e oportunidades sejam iguais, independentemente de sua cor e gênero, e demais diversidades prevaleçam nos espaços de formação e de trabalho”, pontuou Bernadete no seu discurso.

Já o professor Paulo Barreto falou dos seus 50 anos na UPE, do início do projeto Arte na Medicina, de como surgiu a Orquestra dos Médicos e relembrou que a arte está em sua vida desde muito cedo, já que seu pai foi um fotógrafo premiado e sua mãe uma grande poetiza. Hoje seus filhos e netos seguem pelo mesmo caminho. “É um dom que vai passando de geração, meu filho toca percussão, meu neto de 8 anos também está iniciando, quase todo mundo da família toca algum instrumento. É incrível. Então busquei sempre usar a arte em favor da medicina”, disse o professor.

E, para encerrar, a reitora da UPE, Socorro Cavalcanti, fez um discurso enaltecendo todos os profissionais que colaboram para o crescimento da Universidade. “Homenageamos aqui grandes personalidades, estudiosos com conhecimentos nas Ciências da Saúde e nas Ciências Humanas, professores e servidores públicos. Personalidades que pautaram sua vida em valores humanos, éticos e científicos. Atualmente, é importante celebrar momentos como este com intensidade. Vivemos momentos de ataques a Ciência, às Universidades e ao serviço público. Mas, resistiremos com firmeza, convictos de nosso fundamental papel para o desenvolvimento da humanidade”, finalizou a reitora.

Aprovada pelo Conselho Universitário (CONSUN), a honraria é um reconhecimento ao trabalho desses quatro profissionais, que também são responsáveis pelo prestígio nacional conquistado pela UPE nesta área.

Comissão Eleitoral divulga chapas inscritas para eleição de Reitor (a) e Vice-Reitor (a) da UPE

A Comissão Eleitoral, que coordena o processo eleitoral para os cargos de Reitor (a) e Vice-Reitor (a) da Universidade de Pernambuco (UPE), divulgou, hoje (21), o resultado das inscrições para as eleições para o quadriênio 2023-2026.

Apenas uma única chapa , intitulada “Avança UPE”, constituída pela professora Maria do Socorro Cavalcanti, candidato a reitora, e o professor José Roberto de Souza Cavalcanti, candidato a vice-reitor, efetivou sua inscrição.

Após a análise dos documentos, a Comissão acatou o pedido de inscrição, por atender as exigências contidas no edital do processo.

Leia mais...

Serviço de radioterapia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz é inaugurado

Na manhã (20) desta quarta-feira foi inaugurado o primeiro serviço de radioterapia 100% SUS de Pernambuco e o segundo do Norte e Nordeste.  A estrutura, localizada no Hospital Universitário Oswaldo Cruz, da Universidade de Pernambuco (HUOC-UPE) deve atender mais de mil usuários por ano, garantindo tratamento moderno aos pacientes oncológicos da unidade de saúde.

A iniciativa se deu através do Protocolo de Mútua Cooperação celebrado entre a União  por intermédio do Instituto Nacional do Câncer (INCA), a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES/PE) e a Universidade de Pernambuco. No dia 06 de junho de 2022 o HUOC recebeu a autorização de funcionamento concedida pela Comissão Nacional de Energia Nuclear.

Leia mais...

UPE vai realizar a entrega de títulos de Doutor Honoris Causa

 

A Universidade de Pernambuco realiza, nesta quinta-feira (21), a cerimônia de entrega dos títulos de Doutor Honoris Causa aos professores Elizabeth de Souza Amorim, Maria Bernadete de Cerqueira Antunes, professor Paulo Fernando Barreto Campelo de Melo e Manuel Correia de Andrade (in memoriam). A cerimônia será realizada às 9h, no Auditório Jaime Scherb, na Faculdade de Ciências Médicas/UPE.

Aprovada pelo Conselho Universitário (CONSUN), a honraria é um reconhecimento ao trabalho desses quatro profissionais, que também são responsáveis pelo prestígio nacional conquistado pela UPE nesta área.

A história da Professora Elizabeth de Souza Amorim na Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças, uma das unidades da Fundação de Ensino Superior de Pernambuco (FESP), hoje Universidade de Pernambuco (UPE), começa em 1976, quando deu início a graduação em Enfermagem. Atuou como auxiliar de ensino na área materno infantil, função na qual desenvolveu atividades teóricas e práticas realizadas no Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (CISAM).

Já como Professora Assistente, foi convidada a assumir a função de Chefe de Divisão de Enfermagem do CISAM, mantendo suas atividades docentes. Assumiu a função de Assessora de Planejamento da FENSG, iniciando, na ocasião, a estruturação do Programa de Extensão em Primeiros Socorros, que daria origem ao Programa de Ensino e Pesquisa em Emergências, Acidentes e Violências (PEPEAV). Atualmente, a Professora Elizabeth de Souza Amorim atua nos cursos de Enfermagem, Medicina e Educação Física da UPE, na área de primeiros socorros e atendimento pré-hospitalar básico e avançado.

Maria Bernadete de Cerqueira Antunes se formou no curso de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco em 1973 e, por toda sua vida profissional, militou em defesa da universidade pública e do Sistema Único de Saúde – SUS, atuando também como médica vinculada ao Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco a partir de 1980. Tornou-se médica sanitarista e, nas décadas seguintes, atuou em movimentos organizados em defesa da reforma sanitária brasileira e ingressou na Faculdade de Ciências Médicas em 1995, onde dedicou sua carreira docente à formação de profissionais de saúde comprometidos com a saúde pública.

Vanguarda para nossa comunidade acadêmica, a partir da inserção de forma ativa e criativa da arte no cuidado à pessoa e à saúde, Paulo Fernando Barreto Campelo de Melo é o criador do “Programa Arte na Medicina” que tem por finalidade promover ações de humanização na área de saúde, contribuir com o processo terapêutico e na formação cultural de profissionais e estudantes, assim como numa receita médica em que a arte é o remédio prescrito. Criado em 1996 o Programa inclui diversos projetos na certeza de que as manifestações artísticas são em especial agentes de transformação, que trazem elementos humanísticos, terapêuticos, pedagógicos, de acolhimento e promoção à saúde.

O Professor Manuel Correia de Andrade (in memoriam) nasceu em 03 de agosto de 1922, no Engenho Jundiá, município de Vicência, localizada na zona da mata norte do Estado de Pernambuco e faleceu no dia 22 de junho de 2007, aos 84 anos. Pertencente a aristocracia rural, a oligarquia açucareira, por ser filho de um proprietário de engenho, criador de gado, resolveu, em vez de permanecer no campo, ir de encontro a academia. Trabalhou em vários sindicatos, como o dos Ferroviários, dos Trabalhadores da Indústria de Exploração e Pedras de Jaboatão e dos Trabalhadores na Indústria de Papel e Papelão, como advogado trabalhista contratado.